21 de out de 2017

Ela não quer um grande amor, não por hoje.

Ela está de férias, deu folga para a cobrança constante de procurar alguém. Hoje ela não precisa de ninguém, talvez de um banho, uma cama, filme e comer sem culpa. Ela quer a liberdade do silêncio, de tirar o sutiã e soltar os pensamentos. Mas essa é ela hoje, talvez amanhã ela mude, talvez ela novamente busque aquele cara que ao fim não seja uma decepção. 

Ela é uma hoje e outra amanhã, ela quer algo hoje, mas amanhã talvez não queira. Ela sabe ser complicada, mas ela também sabe que o único tempo perdido é o tempo ao lado de quem não aprende a lidar com suas doidices. 

Às vezes bate uma solidão, uma saudade, uma noite mal dormida. Mas quer saber? Ela aprendeu que tudo isso se cura mais rápido do que um coração partido. 

Nenhum comentário

Postar um comentário