25 de fev de 2018

[Falando em]: LA CASA DE PAPEL — TEMPORADA 1

A curiosidade me fez assistir a série. CONFESSO, de início conferi o trailer e pouco me interessei. Mas com o reboliço que se tornou nas redes sociais, resolvi assistir o primeiro episódio e, quando me dei conta, já tinha acabado a primeira temporada. 💘💘💘

Abordando temas polêmicos, afirmo que a série tornou-se uma das minhas queridinhas. Abaixo deixarei o meu parecer (como fã que me tornei e também como pessoa que enxerga o grau de atenção que o conteúdo apresenta). Confira a sinopse, o trailer legendado e o que achei de "LA CASA DE PAPEL", originalmente com 15 episódios e lançada antes na Espanha. Uma película que tornou-se "O GRANDE ACERTO DA NETFLIX". Vem junto conferir! o/


Sinopse: Oito ladrões se trancam com reféns na Casa da Moeda da Espanha. Seu líder manipula a polícia para realizar um plano. Será o maior roubo da história, ou uma missão em vão?






A sinopse pode não dizer muito, mas o conteúdo...

O Professor (Álvaro Morte) é apaixonado por crimes e carrega uma mente brilhante, tornando-se o cérebro de uma ousada operação: ele planeja por anos um assalto à "Casa da Moeda da Espanha", juntando uma equipe com oito ladrões, alguns com um índice maior de periculosidade e outros nem tanto. Cada membro da equipe é apresentado com o nome de uma cidade, temos até o Rio de Janeiro nessa trama. Contudo, uma das ordens é sui generis, em hipótese alguma há de se derramar sangue. E, aos poucos, o espectador entra na vida (entre passado e presente) dos bandidos, correndo o risco de sentir empatia e até mesmo torcer por eles (algo que de cara aconteceu comigo). hahaha




MINHAS CONSIDERAÇÕES:




Um dos pontos que deve ser apontado é saber separar entretenimento de veracidade. A questão é que estamos falando de entretenimento que denota ações preocupantes. Estou longe de ser uma crítica formada, mas posso me expressar como espectadora e fã que me tornei, sabendo definir o certo do errado. E mesmo que eu tenha torcido pelo errado, isso não me torna uma má pessoa.  

LA CASA DE PAPEL é uma série instigante, com um roteiro excelentemente estruturado e personagens que grudam na pele. E, em doses homeopáticas, o espectador é conduzido num plano austero, tendo como base a Síndrome de Estocolmo, tortura psicológica, opressão e outras tantas singularidades. O Professor e a negociadora Raquel (Itziar Ituño) é a principal referência da Síndrome de Estocolmo, deixando o final da temporada com um gancho pra lá de intrigante. Eu, como fã, AMEI! 💘💘💘 E compreendo ao ver críticas negativas, mas não vou fazer a fita de mocinha do bem, quando, em verdade, me apaixonei pelo errado. NÃO, OS VILÕES NÃO SÃO SUPER-HERÓIS! Entretanto, é indubitável questionar a empatia que a maioria dos espectadores  inclusive eu  sentiram por eles. E por esse motivo me expresso com o básico, deixando com que você dê uma chance e tire suas próprias conclusões. 

A Netflix adaptou os 15 episódios originais para 13, e pelo sucesso da série confirmou a segunda temporada para Abril de 2018, com uma quantidade menor de episódios, apresentando essa película maravilhosa e que foi inserida de forma silenciosa em seu catálogo. \o/\o/\o/



Série: LA CASA DE PAPEL 
(Temporada 1)
Autor: Álex Pina
Gênero: Policial/Ação/Suspense
Lançada em: 02 de Maio de 2017, na Espanha
Exibida na Netflix/Brasil em: 25/12/2017

Nenhum comentário

Postar um comentário