27 de abr de 2018

"Quando a gente canta..."

A gente canta.
A gente dança.
A gente descansa.

Difícil mesmo é cansar de cantar a vida e viver descansando numa rede inventada. E digo isso por experiência, pois a minha rede está cansada: não de acolher a música, mas sim de não encontrar o ritmo.

É ordinário tomar as dores do mundo e, com isso, deixar de cantar. O mundo nem sempre é uma orquestra sinfônica, por isso devemos ter em mente o que cantar, e mesmo que seja uma junção de letra e ritmo desarmonioso, há de se cantar sem se cansar. 

Chega a ser estanho, pois até mesmo o que meus ouvidos não ouvem o coração sente.

Sente música.
Sente ritmo.
Sente desarmonia.

E mesmo vivendo nessa partitura desarmoniosa, ainda procuro pelo ritmo perfeito. 

Quem canta seus males espanta?!
Ah, não mesmo!
Quem canta deixa o ritmo levar.
E sequer pensa em deixar de cantar.

[Texto de]: Simone Pesci

Nenhum comentário

Postar um comentário