21 de jun de 2018

[Falando em]: Desconcertos — de Ricardo Tagliaferro

Eu recebi essa lindeza em parceria com o autor Ricardo Tagliaferro. A propósito, quero agradecer o autor pela confiança e parceria. 🌷🌷🌷 Esse é o meu primeiro contato com um de seus textos e já adianto que: "Eu leio até mesmo a lista de compras do Ricardo!" o/ Confira agora a sinopse e o que eu achei de DESCONCERTOS, uma publicação independente. 


Sinopse: Desconcertos é uma coletânea de contos que retratam a vida normal de pessoas comuns em seu cotidiano rotineiro. Um homem bem-sucedido, mas infeliz; um fotógrafo abandonado por sua maior inspiração; um violinista com vontade de largar tudo; um padre desacreditado; e alguns outros relatos de quem decidiu viver à sua maneira. Histórias fictícias que muito bem poderiam ser reais... e talvez até sejam. O que difere a vida dessas pessoas da nossa é o infortúnio. Não se assuste caso se depare com um caso em que se identifique. A vida é nada mais do que isso: viver. 


"Porque somos todos eternos desconcertos..." 

Um belíssimo grito no escuro!

Por se tratar de uma coletânea de contos, cada qual com sua particularidade, antes de dar o  meu parecer deixarei abaixo três quotes da obra. 

(clique na imagem para maior resolução)

Ela, agora casada, seguia radiante para o fim já esperado. Ele, conformado, seguiu o caminho oposto, talvez obscuro, que o condenava. Duas vidas divididas pelo poder do livre arbítrio. Dentre todas as grandes escolhas, optou por ser padre, mas, se pudesse, teria escolhido não celebrar o casamento do amor de sua vida. (Conto: Enlace, Pág. 31)
Na manhã seguinte não havia ele, não havia ela, havia apenas as ondas libertadoras. Para os dois, as coisas mais importantes no final de suas vidas eram o mar e amar. (Conto: A Ilha, Pág. 79)
Ele encontrou dentro de casa a felicidade que tanto procurava fora, e fora castigado com o abandono. Não pela mulher com quem escolhera viver até o fim da vida, e sim pela própria mente, que o enganou, fazendo-o acreditar que, às vezes, tentamos plantar algo na terra do outro sem saber que a nossa terra, de todas, é a mais fértil. (Conto: Cotidiano, Pág. 115)
(clique na imagem para maior resolução)


DESCONCERTOS é um farfalhar de sentimentos adversos, um retrato real da vida. O título da obra condiz com o seu propósito, apresentando contos singulares, cada qual adornado em sabores e dissabores. Há em cada conto um traçado melancólico, com infortúnios dos quais muitos são fadados. Trata-se de uma leitura rápida e de fundo reflexivo. Eu, como uma boa admiradora de textos que conduzem o coração, ADOREI!!! ♥♥♥ Por fim, para quem é apreciador (a) de uma breve leitura e recheada de sentimentos, eis essa belíssima pedida. o/

Os contos são narrados em primeira e terceira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação está excelente, com bom espaçamentos e fontes um pouco maiores (o que facilitou ainda mais a leitura), adornada em papel pólen (o amarelinho); e a capa é singela e bonita, estampando o título da obra e o nome do autor.


Livro: Desconcertos
Autor: Ricardo Tagliaferro
Gênero: Coletânea de Contos
Publicação  Independente
Ano: 2018
Páginas: 138

2 comentários

  1. O livro não poderia ser lançado com uma resenha mais linda. Muito obrigado, Simone! ❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ricardo, parabéns!
      Eu adorei essa coletânea. S2

      Abraços literários

      Excluir