26 de mai de 2018

[Falando em]: Hannibal — Série (Temporada 1)

Antes de iniciar a resenha, deixa eu respirar... 

OK! RESPIREI!!! 

Acho que agora já posso começar a falar sobre este conglomerado de empatia e, claro, falta de empatia que leva consigo um dos psicopatas mais icônicos da história do cinema. Em 2001, em "O Silêncio dos Inocentes", ele aparece encarcerado, interpretado pelo sensacional ator Anthony Hopkins. Para quem ainda não sabe do que se trata, deixarei abaixo a sinopse e o trailer (legendado) da primeira temporada da série Hannibal, uma produção da NBC, que teve estreia em 2013. Vem junto conferir! o/


Sinopse: Will Graham (Hugh Dancy) é um agente especial que forma perfis criminais. Contando com suas habilidades e a ajuda do FBI, inicia uma caça a um serial killer. Mas, neste caso, Will precisa da ajuda do enigmático psiquiatra Hannibal Lecter (Mads Mikkelsen). Juntos eles são imbatíveis, mas Lecter tem segredos que o agente ainda não descobriu.

FICHA TÉCNICA 
Hannibal 
Gênero: Drama, Suspense, Terror 
Temporadas:
Duração: 43 min. 
Origem: Estados Unidos 
Criação: Bryan Fuller 
Direção: David Slade, Guillermo Navarro, James Foley, Michael Rymer, Tim Hunter 
Roteiro: Bryan Fuller, Chris Brancato, David Fury, Jesse Alexander, Scott Nimerfro 
Produção: Martha De Laurentiis, Bryan Fuller, Michael Kessler, Loretta Ramos, Jesse Alexander, Chris Brancato, Sidonie Dumas, Tim King, Scott Nimerfro, Katie O'Connell, Christophe Riandee, Elisa Roth, David Slade, Steve Lightfoot, Jeff Vlaming, Jennifer Schuur, Sar
Elenco: Hugh Dancy, Mads Mikkelsen, Laurence Fishburne, Caroline Dhavernas, Gillian Anderson, Tao Okamoto, Raúl Esparza, Joe Anderson, Katharine Isabelle, Fortunato Cerlino, Scott Thompson, Aaron Abrams, Lara Jean Chorostecki, Richard Armitage, Rutina Wesley, Nina Arianda.
Ano: 2013






MINHAS CONSIDERAÇÕES:

Poderia ser apenas um remake de "O Silêncio dos Inocentes", com Dr. Hannibal Lecter atrás das grades. Porém o expectador é presenteado com muito mais, isto é, um roteiro instigante e aterrorizante, deixando de lado o conhecido psicopata atrás das grades, apresentando o não empático Dr. Hannibal, antes mesmo de ser descoberto. 

De antemão o espectador é conduzido a um design pessoal e proposital entre dois seres humanos diferentes: o primeiro denotando empatia por qualquer circunstância, o segundo negligenciando qualquer tipo de afeto. E é desta forma, entre investigações de um suposto serial killer, que o espectador é guidado à diversas atrocidades vindas de uma mente brilhante e culta, capaz de enlouquecer até mesmo o maior catalisador de sentimentos. 

HANNIBAL, A SÉRIE apresenta Dr. Hannibal e seu séquito de seguidores, tendo como base a linha investigativa e, claro, o terror por trás de diversos crimes. A grande sacada foi que mesmo sendo um roteiro adaptado, soube caminhar com as próprias pernas, de forma original e com conteúdo. Entre um caso e outro há uma sucessão de psicopatia, cada qual com sua particularidade, porém sempre interligando-se ao senhor-mor psicopata. Não posso deixar de dizer que além do magnífico roteiro, temos as espetaculares atuações dos protagonistas Dr. Hannibal Lecter (interpretado pelo ator Mads Mikkelsen), que foi tão original e único. E tão espetacular quanto é o agente especial Will Graham (interpretado por Hugh Dancy), mostrando-se um catalisador eficaz e sofredor. Eu me apaixonei por ambos, e isso não faz de mim uma psicopata, mas sim uma apreciadora de um magnífico roteiro. O final da primeira temporada foi de quebrar o coração, e deixou-me mais ansiosa para conferir a sequência. Não dá pra dizer mais, o certo é convidar a todos para assistir essa linha de investigação e mentes pra lá de sombrias. Se eu gostei?! NÃO, EU NÃO GOSTEI! EU MEGA, ULTRA, MAX, HIPER AMEI!!! 💘💘💘 E logo menos estarei conferindo a segunda temporada da série. Por fim, para você que curte uma trama investigativa de primeira, com muitas teorias e reviravoltas, eis essa maravilhosa pedida. EU. MEGA. INDICO. o/


Nenhum comentário

Postar um comentário