12 de out de 2016

Mudam-se os Tempos, Mudam-se as Vontades...

"O tempo cobre o chão de verde manto, que já coberto de neve fria, e em mim
converte em choro um doce canto. E afora este mudar-se a cada dia, 
outra mudança faz de mor espanto: 
Que não se muda já como soía." 
(Luís Vaz de Camões)

Nenhum comentário

Postar um comentário