20 de set de 2015

[Falando em]: Nostalgia, Não Está Apenas em VHS — de Gianluca Segregio

Eu recebi este livro dias atrás, como parceria da editora Tribo das Letras - Selo Métrica, e desde já agradeço o belíssimo presente. Afinal de contas, deparei-me com um lindo drama/romance, gênero que muito aprecio. S2

Para quem não me conhece, sou uma pessoa envolta em sentimentos, ainda mais quando se trata de um texto, o que decerto encontrei nessa lindeza chamada "Nostalgia - Não Está Apenas em VHS", primeiro livro do autor Gianluca Segregio. Portanto, antes de dar início a resenha, confiram a sinopse e o instigante book trailer.


Sinopse: Ela ainda pensa porque ele partiu tão cedo. Mas quem seria ele? Com fracas memórias de seu passado, Lana Mary Jones é uma garota de quinze anos que acredita ser filha única. No entanto, após ouvir uma conversa de sua mãe com a avó, ela descobre que pode ter um irmão. E esse é apenas o começo dos mistérios que a envolvem. Em um encontro inesperado, ela acaba por conhecer um garoto chamado Matthew Foster Miller que desenha borboletas e atribui a elas sentimentos. Vivenciando experiências novas ao seu lado, ambos descobrem gradativamente o que é o amor. Contudo, o passado de seus familiares guarda segredos capazes de fazer com que o novo casal pague pelo preço dos erros de pessoas que pareciam amá-los completamente. Lana descobrirá se por amor vale enfrentar qualquer obstáculo. Porém, como acreditar em imagens refletidas em um visor que supostamente revelam todo o seu passado, se elas fossem entregues por um homem que a abandonou na hora que ela mais precisou?


Falar do coração é para poucos, ainda mais quando o coração é descrito de forma sensível. Este enredo conta a história de Lana, que mora na cidade de São Pedro. Ela é uma garota de 15 anos que conhece Matthew, dois anos mais velho que ela. Ambos com suas dores à parte, descobrem um segredo que suas famílias escondem... Segredo este que coloca tudo a perder, até mesmo o amor deles, que nasceu de uma afinidade instantânea.
Continuo deitada e, mesmo ele me tratando muito bem, estou com um pouco de medo de ficar na casa de pessoas que eu nunca vi antes. Mas só de olhar pra Matthew, estranhamente, uma paz se alastra no coração. Porém, eu tenho medo de acreditar na bondade das pessoas, no carinho delas, no amor. (Livro: Nostalgia, Não Está Apenas em VHS, Pág.33)
Tal segredo é revelado numa comemoração de fim de ano, quando as duas famílias resolvem se unir. Sendo assim, Lana e Matthew se afastam, cada um seguindo sua vida de forma trágica e com uma saudade excruciante dentro do peito... Assim, passam-se 6 anos, e Lana ainda sonha em reencontrar o seu grande amor. Hoje, uma fumante-nata, coisa que no passado ela questionava e criticava sua mãe, Mariana. Seus dias são insossos, do trabalho para casa e, vez ou outra, ela se diverte com as amigas do trabalho. Aliás, foi em uma dessas festas do trabalho que ela se dispõe ajudar um rapaz que passa mal, levando-o para o hospital... Ela também está mal, pois tomou um pileque, quando, repentinamente e com veemência, confunde a pessoa que resolveu ajudar com o seu grande amor, Matthew. Seu transtornoé grandioso e desesperada sai porta afora, dirigindo e envolta em seus questionamentos internos. Ainda dentro do carro...
Pego o meu maço de cigarros. Já ouvi falar que a cada cigarro que fumamos onze minutos de nossa vida se vão. Acendo cinco deles e os coloco em minha boca. Eu os trago. Os cinco minutos que o cigarro não me levou, dessa hora, são destinados para eu me remeter cada vez mais nas  que o passado me deixou.  (Livro: Nostalgia, Não Está Apenas em VHS, Pág.135) 
Estupendo!
Emocionante!
Apaixonante!

Desta forma trágica, ambos, ou seja, Lana e Matthew se reencontram. S2 Eu me emocionei demais, especialmente com o final da trama... Perfeição define! Agora cesso os meus comentários para não soltar spoilers.

Gianluca sequer parece um autor de primeira viagem, pois criou um enredo de encher os olhos, com grande carga emocional, algo que admiro demais em um texto — e olha que ele só tem 18 anos, o que me leva a crer que é um assíduo leitor, e que aprecia um excelente dramão.

O texto está muito bem escrito e estruturado, narrado em primeira pessoa e de fácil compreensão; sua revisão está boa, eu apenas me perdi em alguns trechos que ficaram um pouco confusos, especialmente naqueles que são narrados por Matthew,  e não há indicação alguma de que a narrativa está sendo feita por ele; a diagramação é singela, adornada com fitas em VHS e borboletas, algo que tem tudo a ver com a história, com letras e espaçamentos em excelente tamanho, envolta em papel pólen (páginas amarelas); e sua capa foi o que me encantou logo de cara, pois achei ela linda de viver, um tanto retrô e de tamanho bom gosto, apenas mostrando dois itens de suma importância na trama. Por fim, para quem aprecia um excelente texto, daquele que toca o âmago, essa é uma excelente pedida. Tornei-me fã do Gianluca, e adianto, eu leio até mesmo a sua lista de compras. \o


Livro: Nostalgia - Não Está Apenas em VHS
Autor: Gianluca Segregio
Gênero: Romance
Editora: Tribo das Letras - Selo Métrica
Ano: 2015
Páginas: 241

2 comentários

  1. Esse livro me chamou bastante a atenção. Estou super curioso. Quero lê-lo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fer, o enredo é MARAVILHOSO! S2 Leia sim! Vale muito a pena.

      Abraçossssss

      Excluir