31 de ago de 2016

Contra o Aumento do Frete para Livros

Entra em vigor, a partir de Setembro de 2016, novo aumento dos Correios. Mas não se trata de um reajuste normal, refletindo a inflação. Desta vez, será afetado, diretamente, o Frete de Livros.

Basicamente, os Correios querem proibir o envio de Livros pela modalidade "Mala Direta Postal Básica" (MDPB). E pior do que isso: querem limitar o envio de Livros pela modalidade "Impresso" a 500 gramas de peso.

A partir de Setembro, qualquer Livro ou pacote de Livros pesando mais de 500g terá de, obrigatoriamente, ser enviado como "PAC" ou "Sedex". Para pacotes até 500g, o aumento será de 22%, aproximadamente, no custo do Frete. E para pacotes a partir de 500g, o aumento ficará entre 44 e 72% (dependendo da modalidade escolhida).

É inegável que esse aumento terá impacto na venda de Livros pela internet  e pequenos vendedores fora dos grandes centros, que não contam com outras opções de Frete, estão hoje ameaçados Somos quase 900 Livreiros em todo o Brasil, reunidos no Portal dos Livreiros (www.portaldoslivreiros.com.br)  e estamos, hoje, pedindo o seu apoio nesta luta que é de todos nós: livreiros, leitores, estudantes, profissionais da educação e trabalhadores da era do conhecimento  que dependem, mais do que nunca, da circulação da informação. Por favor, assine e espalhe este abaixo-assinado entre as pessoas que você conhece. Vamos levar estas assinaturas à presidência dos Correios e, se preciso for, ao presidente da República, que tem um passado como poeta amador e se mostra, além de leitor, amante das belas letras. 

Pedimos, igualmente, a divulgação por parte dos profissionais de mídia, bem como blogueiros e influenciadores nas redes sociais Vamos, ainda, levar nosso abaixo-assinado à Bienal do Livro de São Paulo  a fim de mobilizar autores, editoras, livrarias e toda uma gama de profissionais do Livro que serão, direta ou indiretamente, afetados Abrace conosco esta causa  e vamos garantir não só a sobrevivência de pequenos Livreiros em todo o Brasil, mas a livre circulação do Livro, da informação e do conhecimento em nosso País!


✔  Assine o abaixo-assinado, clicando AQUI.

Nenhum comentário

Postar um comentário