22 de fev de 2015

#DAEDM - De Johnny para Ana...

Porque isso é "Dezesseis - A Estrada da Morte", minha segunda obra, inspirada na canção Dezesseis da banda/grupo Legião Urbana, com previsão de publicação para algum momento do segundo semestre de 2015.

(clique em cima da imagem para maior resolução)

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer;

[mordiscou a ponta da minha orelha]

É um não querer mais que bem querer;
É solitário andar por entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É cuidar que se ganha em se perder;

[depositou um beijo no meu pescoço]

É querer estar preso por vontade;
É servir a quem vence, o vencedor;
É ter com quem nos mata lealdade.

[deu um rápido selinho nos meus lábios]

Mas como causar pode seu favor;
Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo Amor?

[beijou-me com querer]

(Soneto 11 – Luís de Camões)

Nenhum comentário

Postar um comentário