25 de out de 2015

[QUOTE]: Dezesseis - A Estrada da Morte

Minha respiração ofegante se misturava com sua euforia contagiante. O motor continuava rugindo alto, fazendo-me sentir bem com aquele vislumbre de liberdade, fugindo da polícia, ao lado de um cara que me fazia perder a cabeça. Johnny já não estava no mesmo grau de excitação de antes, o que me deixou apreensiva, pois imaginava que o efeito da droga estava surtindo de outra forma, manifestando sua disforia. Seu rosto se contraía numa musculatura tensa e confusa, transparecendo estar incomodado com alguma coisa.

 Você está bem?  perguntei preocupada.

Ainda acelerando o Opala, respondeu:

 Do amor, conheço os sintomas... E também os hematomas!  disse, olhando-me de soslaio.

Estranhei o seu comportamento. Contudo, tive a certeza de sua disforia, pois aquele era mais um dos efeitos contrários da droga que ele ridiculamente usara, apenas para provar sua coragem.

 Onde você pensa que está me levando?  perguntei confusa, não identificando o caminho.

Ele, por sua vez, estava ainda mais desconexo, com o seu sorriso entorpecente de canto.

 Baby, estou levando-a para casa.  disse, parecendo debochar da minha cara.

Continuei em silêncio. Estava com medo de tirar sua atenção, pois o seu semblante transparecia certa confusão, e só de pensar no risco que corríamos, eu me petrificava de medo. 

 Chegamos, anjo!

Encarei-o com fúria, indagando-o com o olhar, ansiando pelo seu parecer de onde estávamos. Ele apenas fitou-me com querer, e aguardou o que viria a seguir.

 Você pode me dizer onde estamos?  perguntei alterada.

Notei seu semblante satisfeito, e por alguns segundos esqueci-me de todos os problemas, pois o seu lindo sorriso safado me ausentava de qualquer sentimento de raiva. Ele me encantava e me enlouquecia.

 Chegamos em casa, amor! Na minha casa, em nossa casa.  disse em tom de deboche, mais uma vez.

Fiquei perplexa com sua ousadia.

 Você está louco ou o quê?

 Estou louco de amor por você, Ana...  revidou com outro entorpecente e sedutor sorriso de canto.

[Dezesseis - A Estrada da Morte, Cap. 7]

Inspirado na canção “Dezesseis”  da banda brasileira Legião Urbana  este é um enredo de amor recheado com muitas aventuras.

**A VENDA NO EMAIL: simoniass@hotmail.com
(...) ou clicando AQUI.

Nenhum comentário

Postar um comentário