9 de out de 2015

[TAG]: Jantar Literário

E aí, como estão amores? Espero que esteja tudo na santa paz! Pois bem, eu fui indicada pela minha more Fernanda Braga, do blog parceiro Mato Por Livros, para participar desta TAG superdivertida. Ela consiste em convidar alguns personagens literários para um jantar. A Fer sempre me indica para várias tags, e, por sinal, sempre se esquece de me avisar. rs >>> Aliás, eu soube desta tag através de outra amiga (a Juny Moura), que me alertou, e fiquei feliz de saber que o meu Johnny de Dezesseis está incluso em uma das respostas. \o/ Para saber as resposta da Fernanda e da Ana Paula Toledo do blog MPL, clique AQUI. Agora vamos as perguntas e respostas, não vou tagear nenhum outro blog, porém, convido todos à participar . \o/


As perguntas/respostas: 

1 – Um personagem que pode/gosta de cozinhar
Simone Pesci: Bella Swan, de Twilight (autora, Stephenie Meyer). Sempre achei fofinho demais este lado dela, sempre preocupada com o pai, alimentando-o com diversas iguarias. Aliás, isso foi bem explorado no livro, o que, infelizmente, já não posso dizer o mesmo nas telonas. Acho que um jantarzinho feito por ela seria saboroso.

2 – Um personagem que tenha dinheiro para bancar a festa
Simone Pesci: Edward Cullen, de Twilight (autora, Stephenie Meyer). Não é nada difícil imaginar isso, já que em páginas e nas telonas nos deparamos com isso. De fato, seria uma grande comilança/festança, sem miséria. rs

3 – Um personagem que pode causar uma cena
Simone Pesci: Prof. Gabriel Emerson, de O Inferno de Gabriel (autor, Sylvain Reynard). Geinteinnn, que homem é aquele... centrado até certo ponto, mas se tratando de Julia ele perde as estribeiras... Eu daria de tudo para ser jantada, ops, para jantar com este homem, pois ele  me faz perder as estribeiras.

4 – Um personagem super popular
Simone Pesci: Hache (ou H), de Três Metros Acima do Céu (autor, Federico Mocci). Porque não há no mundo personagem mais popular e encantador que este, apesar de todas as suas falhas. Ter um jantar ao lado dele de fato seria algo inusitado, quem sabe até lanchando em cima de sua moto.

5 – Personagem que é engraçado ou divertido
Simone: Angie, de Uma Segunda Chance (autora, Angie Stanley). Porque vou dizer, como me diverti com essa garota/mulher, e imaginar jantar ao seu lado chega a ser hilário. Fico até imaginando toda a turma dela neste jantar, com direito a banda AO VIVO e tudo. Simplesmente sensacional.

6 – Um vilão
Simone Pesci: Rodrigo, de Os Quatro Naipes (autora, Gisele G. Garcia). Eu sou perdidamente apaixonada por este vilão, e posso dizer... queria jantar e ser jantada por ele. rsrs >>> Ele é lindo, sarcástico, um vampiro do mal de abrir o apetite. Decerto que ele se fartaria com um cálice do meu sangue... e eu não me importaria nem um pouco com isso. rs

7 – Um casal (não precisa ser romântico)
Simone Pesci: Johnny & Ana Cláudia, de Dezesseis - A Estrada da Morte (autora, Simone Pesci). Sorry, mas eles são apaixonantes. Um amor sem igual, descomedido, que dá vontade de viver nem que por uma única vez na vida. Aliás, o jantar poderia ser na reserva florestal, o refúgio de João Roberto, regado com um vinho de origem duvidosa e um bom acústico à lá Johnny.

8 – Um herói/heroína
Simone Pesci: Lennie, de O céu está em todo lugar... (autora, Jandy Nelson). Porque este é o livro que eu mais amo, e a protagonista, apesar de seus medos, sempre será uma heroína. Afinal de contas, lidar com as rasteiras da vida e do coração, a meu ver, é tornar-se um herói. Eu adoraria jantar ao seu lado, e nem que por uma vez, mostrar que a vida, apesar de suas rasteiras, continua.

9 – Um personagem subestimado
Simone Pesci: Will, de Como eu era antes de você... (autora, Jojo Moyes). Uma fatalidade o fez tetraplégico, e por este motivo, ele é um dos personagens mais amargurados e encantador que já me deparei. E mesmo assim, eu gostaria de ser a Simone Clarck dele, em um jantar romântico.

10 – Um personagem de sua escolha
Simone Pesci: Max, de Entre o Céu e o Inferno (autora, Simone Pesci). Aliás, essa foi a mais bela criação que eu tive, inspirado em um amor do passado e também no ator Rodrigo Hilbert. E vou dizer, só de imaginar o Hilbert com aquele charme todo (e com aquele TEMPERO DE FAMÍLIA), em um jantar a dois, sendo o Max, me dá coisas... P.S: Suspiros

Nenhum comentário

Postar um comentário