12 de dez de 2015

[Desabafo]: Sobre escrever/comentar com respeito e coração...

Olá, pessoal!

O motivo deste post é único, venho por meio dele falar sobre algo que já faz um tempo que me incomoda.

Às vezes é melhor calar-se do que bater de frente. Porém, desta vez, resolvi expressar minha opinião e desabafo por aqui.

Quem me conhece sabe que estou na blogosfera desde 2010. Contudo, este meu blog está no AR um pouco menos de dois anos. Porém, o meu antigo blog era adornado por muitos seguidores, comentários e visualizações, e ambos (este e o antigo) sempre foram focados em coisas das quais gosto e admiro. Por isso, eis um conteúdo diversificado. No entanto, hoje, eu também dou destaque aos meus trabalhos com a escrita.

Desde os primórdios, quando a blogosfera ainda era uma área de entretenimento e não um ringue de egos e conflitos, eu me sentia melhor em visitar e comentar tantos outros blogs, coisa que hoje desfruto em minudência. Aliás, os poucos que ainda visito, são de parceiros e amigos que tenho grande apreço.

A questão é: 
Antes do parecer vem o respeito, e se você não for capaz de respeitar em um parecer, então não o faça. 
Tente se colocar do outro lado.

Por exemplo: um dia eu era apenas uma blogueira que falava de tudo um pouco; hoje sou uma blogueira e escritora que ainda fala de tudo um pouco. Porém, afirmo, sempre me atento em como colocar as palavras em uma postagem/comentário. Em minhas resenhas, tento ao máximo passar verdade, e se de alguma forma o texto não me tocou ou me incomodou, digo apenas o necessário, com transparência, sem ofensas e muito menos desdenhando ou avacalhando o trabalho outrem. E isso vale também para os comentários...

Deixe-me explicar:
Leitores (blogueiros e afins), vocês são de suma importância... Tão importantes quanto aqueles que criam uma história em infinitas páginas, ou seja, os autores/escritores. Afinal de contas, escrevemos para nós, e, principalmente, para vocês... E esperamos que de forma consciente vocês nos digam se estamos acertando ou errando e até mesmo onde devemos melhorar (se for necessário). Por isso, seguem 3 dicas que é válida para blogueiros, leitores e escritores... Lembrando que sou 'blogueira, leitora e escritora'.

 Antes de dar início em uma leitura, procure saber se de fato o enredo é o gênero que você curte (ou lhe interessa). Desta forma, lendo algo que gosta, as chances de entendimento e carisma para/com a leitura serão maiores... E você poderá expressar sua mais sincera opinião sobre aquilo que realmente entende e curte.

 Se você vai comentar algo que sequer tem conhecimento de causa, baseando-se em opiniões de amigos, intelectos, ou até mesmo plataformas tais como Skoob, Amazon ou a blogosfera... Contenha-se, e, por favor, tenha ao menos a decência em saber sobre o que está falando/comentando. Afinal, um comentário mal intencionado, sem conhecimento de causa e baseado em suposições e opiniões, pode até mesmo acabar com os sonhos daquele que por dias, meses ou anos, dedicou parte de seu tempo com afinco e carinho para tocá-lo com o seu texto.

  Último, porém, não menos importante... Expresse seu texto/opinião com o coração e respeitando ao próximo, pois grosserias e falta de educação não cai bem. Uma boa dosagem de coração e respeito não faz mal a ninguém. A humanidade agradece!

Por fim:
Eis o motivo deste post... 

Aceito de bom grado críticas construtivas. Contudo, me nego a ter pareceres de pessoas que ao invés de colaborar, age de forma mal intencionada, desrespeitando e denegrindo a mim ou a qualquer outro. Digo isso pois, por esses dias, dei de cara com pareceres 'mal intencionados' referente ao meu último trabalho, ou seja, "Dezesseis - A Estrada da Morte". E o mais triste foi constatar que foram pareceres de pessoas que sequer o leram e basearam-se em deduções devido ao conteúdo do enredo, que leva consigo um final trágico e triste, assim como a música que serviu de inspiração. Quem é fã e conhece a canção Dezesseis da banda Legião Urbana, sabe muito bem o que acontece no final. É trágico! É triste! É Legião Urbana! Uma banda que amo por demais e que sempre levou poesia, alegrias e tristezas em suas letras.

Foi enfatizado também a minha escrita, no caso, como fraca. Pois bem... Escrevo com o meu coração, e SIM, não penso em escrever de forma rebuscada para provar que sou uma boa escritora. Acerto e também erro, como qualquer um... E da mesma forma, escuto e levo à risca uma opinião, desde que sincera e com 'boas intenções'. Escrever com o coração é o meu modo de ser, e tocar corações o meu objetivo. Portanto, se for para fazer difererente, nem o faço. Aliás, não tire conclusões de um texto em que a narrativa é jovial e simples, pois SIM, Dezesseis é adornado por adolescentes, com um conteúdo que até certo ponto é clichê (amo clichê), mas que, por fim, acaba tornando-se pesado e dilacerante, levando sempre uma mensagem. Diferente da narrativa e diálogos do meu primeiro livro "Entre o Céu e o Inferno", um enredo bem mais forte, de conteúdo adulto e ainda mais dramático. SIM, drama e romance são os meus gêneros prediletos, e por isso os escrevo. Desta forma, sempre que posso alerto, enfatizando sobre isso, para que depois não diga:  Nossa, quanto drama! E para finalizar: contudo, ainda assim, escrevo de forma simples, afinal, o objetivo sempre será tocar corações.

Bom, é isso!

Sejam sempre bem-vindos!

Abraços mega literários,

Simone Pesci

6 comentários

  1. Então...minha humilde opinião, acho que o que acontece hoje é que a internet virou o esgoto do mundo, todas as pessoas descarregam lá nas redes sociais as suas mazelas e dores e amores e pesares....Todo mundo acha que tem que dar opinião sobre tudo, e pior ...todo mundo acha que a sua opinião é a que vale sem se incomodar com os outros (é, o mundo tá perdido!).
    Esses dias eu comentei num site, o entre topetes e vinis, numa matéria que falava justamente sobre isso e mais, sobre discurso de ódio. As pessoas odeiam as pessoas que bombam na internet, de uma forma ou de outra...no fundo acho que é inveja......mas todo mundo quer dar a opinião sobre todos os assuntos sem ter vivido a experiência de fato! ok, nós também fazemos isso, é da natureza humana.....mas a maioria das pessoas quer que apenas a opinião dela ou o sentimento dela seja o certo, isso é foda!
    Claro, ninguém é obrigado a gostar do livro, da história, do autor, mas para reclamar tem que te pelo menos LIDO né? kkkkkk.
    Eu me policio para falar do que não curti lá no blog justamente por conta de que de repente para mim a leitura não funcionou, mas pode funcionar para o outro.
    Na verdade o problema todo é que as pessoas estão perdendo a educação. É isso!
    Bjos no coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, Re!
      O problema maior é a falta de educação, e por mero exibicionismo, as pessoas preferem esculachar, para dessa forma aparecer. Lamentável isso!
      Uma coisa é dar um parecer com educação sobre algo que de fato é ruim ou você não curtiu, outra é avacalhar, desdenhando um trabalho que às vezes foi feito com tanta dedicação e amor. Não precisa mentir, basta dizer a verdade com educação. E isso, ou seja, a educação... Devemos levar no dia a dia, para o nosso bem e da humanidade.

      Beijossssssssss

      Excluir
  2. Oi Si, belissimo texto! Hoje estava coordenando o evento da nVersos Editora e em dado momento falei justamente sobre a necessidade de se respeitar os autores(as), pois investiram tempo, dinheiro e se transformarmos tempo em dinheiro o investimento é alto pra caramba. Acrescentei que não queria dizer com isso que precisa ser baba-ovo, bajulador ou ser falso e que a opinião crítica quando feita de forma correta soma e faz crescer, mas quando é de forma intencionalmente negativa é péssimo, pois o objetivo fim é a destruição. Podemos e devemos nos posicionar e que é possível fazer isso de forma respeitosa sem atacar o criador da obra, pois não conhecemos seu cotidiano, suas lutas e suas dores e que o elemento em análise é o livro e não o autor em sua pessoa.
    A pessoa que fez o post que li acima, decididamente, não leu o livro. Eu o li e simplesmente amei. Sou sincera, espontânea/autêntica demais e sofro quando preciso me posicionar criticamente em relação a obra lida, sofro porque entendo que ainda que não tenha gostado e que, em minha opinião, tenha algumas lacunas, não posso em hipótese alguma, desmerecer o esforço e trabalho do autor.
    O que é fato é que tem muita gente sem noção que quer mais é aparecer a todo custo, o que é lamentável.

    Bjs
    Tânia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tan! Bem-vinda!
      Você tem razão... Gente sem noção é o que mais tem hoje em dia, principalmente aqueles que querem status de forma errônea, esculachando e achando que apenas a sua opinião é a que vale, desrespeitando a opinião de outros e tornando-se o mais sem educação de todos(as).

      Beijosssssss

      Excluir
  3. Si

    Post mais que perfeito. Respeito e compartilho da sua opinião. E a Rê também sobre se posicionar muito bem.

    Infelizmente falta respeito e educação entre nossos compatriotas, e sinto em dizer que não sei se isso um dia irá mudar, eu não sou infelizmente, uma pessoa que tem muita fé na humanidade.

    Acho de suma importância que nós, tanto leitores, quanto blogueiros e até mesmo autores, saibam se posicionar de forma educada e respeitosa com o trabalho do outro. Mas, infelizmente não é assim que acontece.

    De qualquer forma é perceptível que a maioria das pessoas que tem esse costume de serem agressivos em seus comentários são pessoas que infelizmente, na verdade, não tem um pouco de cultura, e educação que seja, e são pessoas que claro, querem chamar a atenção para si.Sei lá me passa na cabeça que são seres carentes de atenção que querem mostrar uma imagem de uma pessoa "formadora de opinião" mas claro, o pobre infeliz não sabe que isso não é um formador de opinião.

    Então deixemos de lado esses seres, mesmo que seja difícil e concentremo-nos naqueles que sabem se expressar com uma boa educação e respeito.

    Afinal ninguém é obrigado a gostar de nada, mas deveria ser obrigado a respeitar o outro. Pena que hoje em dia isso seja algo quase impossível.

    E mantenha-se sempre seguindo o seu coração e alma. Sua escrita é perfeita, todos sabem disso.
    Pena que alguns "leitores" não sabem apreciar um bom texto, uma escrita bem feita, e não sabem ao menos diferenciar gêneros.

    Beijos
    Fer
    http://www.matoporlivros.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fe! \o/
      Então, você está a par do que aconteceu dias atrás. Por fim, dei uma opinião na mensagem privada do facebook, para um a autora que, até então pensava ser profissional e amiga, tentando ajudá-la para que concertasse os erros que são mais que visíveis e que, a mesma não aceitou de bom grado e até mesmo está se portando de maneira diferente comigo. Pois bem, minha parte eu fiz e não precisei faltar com o respeito. Tenho consciência e respeito pelo próximo, e espero continuar sempre assim.

      Beijossssssss

      Excluir