1 de mai de 2017

NOITE DE ORGIA — por Júlio Damásio

Estive em uma noite de orgia literária. 

Era sábado, até a lua estava assanhada. Todos estavam despidos da timidez. Havia muitas trocas, livros de poesias por livros de contos. Antologia aqui, antologia lá. O oral excitava a sensibilidade, poetisas declamando, contistas narrando. 

Vinho suavemente bebericado para estimular a performance. Todos embriagados pela arte. Muitas fantasias! Posições, as mais variadas, sempre com muito respeito! Palavras vulgares aceitas, desde que dentro do contexto. 

Não houve penetração nos textos alheios, apenas toques sutis. 

Muitas caricias nas páginas folheadas, dedos úmidos de saliva deliciavam-se em cada parágrafo, a cada estrofe. 

Ao amanhecer, como desfecho, a luz do sol pelas frestas das persianas riscava um lindo dia! Orgasmos múltiplos!

[Texto extraído do livro]: Num piscar de olhos e outros olhares, de Júlio Damásio.


[EM BREVE RESENHA]

Nenhum comentário

Postar um comentário