18 de jan de 2016

10 Coisas que você precisa saber sobre "Dezesseis — A Estrada da Morte"

Estive questionando-me sobre o meu primeiro e segundo livro... Eis que surgiu um tópico com 10 coisas que você precisa saber sobre as duas obras, pois a diferença entre ambas é gritante... Afinal de contas, são textos totalmente diferentes, sendo que o primeiro livro: "Entre o Céu e o Inferno" é um conteúdo mais adulto, envolto mais em narrativa... E o segundo livro: "Dezesseis A Estrada da Morte" é juvenil, adornado com mais diálogos. Por ora farei apenas esse tópico com 10 itens de Dezesseis, mas EM BREVE teremos um com #EOCEOI. Agora vem junto e conheça um pouquinho mais  sobre "Dezesseis - A Estrada da Morte". \o S2

------------- xxx -------------

1) Assim como o meu primeiro livro, "Dezesseis - A Estrada da Morte" foi inspirado em uma canção. Portanto, antes mesmo de se arriscar com a leitura, escute a canção Dezesseis da banda Legião Urbana, pois até mesmo a sua letra foi inserida na narrativa e em diálogos, especialmente nos capítulos finais.

2) A ideia para a construção do enredo surgiu em uma tarde de terça-feira, assim que dei play em uma pasta de músicas que levava como título: "Rock Nacional". Ao ouvir a canção Dezesseis, veio a ideia de dar vida a João Roberto (o Johnny) e o seu Opala metálico azul.

3) Desde o início, tive como inspirações jovens atores brasileiros para os três personagens centrais, sendo estes:

 Guilherme Leicam (João Roberto/ Johnny)
 Isabelle Drummond (Ana Cláudia)
 Thiago Amaral (Samuel/Samy)

4) A ideia inicial do  título era "Dezesseis - A Curva do Diabo". Porém, depois de muito pensar, resolvi batizá-lo como "Dezesseis - A Estrada da Morte", pois o enredo vai muito mais além da letra da canção.

5) Todo início de capítulo há um trecho com uma das letras da Legião Urbana ou até mesmo uma frase do Renato Russo (fundador e líder da banda). Cada trecho citado, de alguma forma tem a ver com o capítulo narrado.

6) Todas as canções da playlist do livro foram inseridas na trama, seja brevemente citada com a letra da canção ou banda/cantor(a) ou até mesmo na narrativa ou em diálogos. Para conferir as canções que fazem parte da playlist, dê play no vídeo abaixo:


P.S: Vídeo editado por Simone Pesci


7) "Dezesseis - A Estrada da Morte" é narrado em primeira pessoa, aos olhos dos personagens centrais, ou seja, Johnny, Ana Cláudia e Samuel, adornado com mais diálogos do que narrativa, com acontecimentos em velocidade luz, pois é narrado por adolescentes que transbordam sentimentos. Por isso não espere uma narrativa "forte" ou "rebuscada", pois sairia do contexto, deixando de ser verossímil e não transparecendo ser apenas adolescentes a flor da pele narrando.

8) Até certo ponto a história é clichê, pois SIM, a canção de certa forma é clichê. Mas não se engane... Como eu já disse no item 4: o enredo vai muito mais além da letra da canção, com algumas descobertas e reviravoltas, e, por fim, uma lição sem igual para todo o leitor que se dedicar para/com a leitura.

9) O final de Dezesseis foi alterado de última hora, em cinco pequenas partes, pois constatei que se eu não alterasse de tal forma, decepcionaria a mim e a muitos leitores. O que está na letra da canção realmente acontece e SIM, é triste! Contudo, mesmo com alguns pedidos para um final alternativo, resolvi não fazê-lo, pois acredito que dando esse final alternativo, perderia a essência da letra da canção. Afinal de contas, foi tudo por causa de um coração partido. No entanto, apesar dos pesares, ainda no capítulo final e no epílogo, há uma luz no fim do túnel... S2

10) Último, porém não menos importante, para aqueles que já conhecem a letra da canção, sabem qual o final da história. Contudo, sempre me questionei o porquê de Johnny cometer tal ato...? Eis que o leitor vai se deparar com a minha versão, aquela que veio de dentro do meu coração. Uma versão cheia de alegrias e tristezas, onde fatos ocultos do passado se fazem presentes, tornando-se o ponto alto da trama, quebrando não só o coração do Johnny, mas sim de todos (até mesmo do leitor). O foco da obra não são os rachas, mas sim o motivo pelo qual o coração de Johnny se partiu... Deixando o clichê de lado e apresentando o que de  mais verossímil uma história pode apresentar. Dezesseis - A Estrada da Morte é dedicado a todos os fãs de Renato Russo, da Legião Urbana e também para todos os leitores providos de coração. Por fim: bem-vindos à estrada da morte! \o S2


**Para adquirir o livro físico, clique AQUI.

Nenhum comentário

Postar um comentário