20 de nov de 2015

[Poesia]: Evolução da Pele Negra


Muitos querem ser negro
Mas ser negro não é opção
Ser negro é sentir na pele
O chicote da discrimação

A pele do negro, é um manto sagrado
Onde se lê, sua negra história
Apesar de trezentos anos de agravo
Essa pele nunca perdeu sua glória

Pelo negro não há quem apele
Quem irá reparar sua dor?
A pátria que ao negro repele
É feita da pele, que por ela um dia sangrou

(by - Luiz de Jesus)

20/11 - DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

Nenhum comentário

Postar um comentário