6 de jul de 2016

[Falando em]: A Fantástica Fábrica de Chocolate — de Roald Dahl

Poder me enveredar nas páginas deste livro foi uma aventura sem igual. Afinal, quando criança, eu sonhava em fazer parte desta fantástica fábrica, e por vezes faltava a aula para poder assistir o filme na Tv. Contudo, é a primeira vez que leio o livro, e já adianto que foi uma leitura muito agradável, que remeteu-me ao passado com alegria e um "quê" de nostalgia.

Este livro foi esquecido (aqui em casa) pela minha sobrinha. E sem pestanejar, resolvi viajar em suas páginas. Agora convido a todos para conferir a sinopse e resenha de "A Fantástica Fábrica de Chocolate", clássico de Roald Dahl (edição de 2008), uma publicação da Martins Fontes.


Sinopse: Ninguém sabia o que acontecia dentro daquela fábrica de chocolate. Havia gente trabalhando nela, claro, mas ninguém entrava e ninguém saía. Só saíam os doces e os chocolates, bem embrulhadinhos, prontos para serem vendidos. Um dia, os portões da fábrica se abriram para os cinco felizardos ganhadores do Cupom Dourado  e o mistério se desvendou. O leitor é convidado a conhecer o rio de chocolate, a grama de açúcar mentolado, os caramelos de cabelo e mil outras delícias  tudo isso na companhia do incrível Sr. Wonka, o dono da Fantástica Fábrica de Chocolate.


"Porque o mundo é uma fantástica fábrica de chocolate"


Divertido! 
Entorpecente! 
Mágico!

Charlie é um garoto humilde e sonhador, que vem de uma família tão humilde quanto e que passa grande dificuldade financeira, tendo que partilhar até mesmo o pouco que tem para comer com os pais  o Sr. e a Sra. Bucket  e seus quatro avós que já são bem velhinhos. E mesmo na dificuldade, todo ano sua família o presenteia no aniversário com uma barra de chocolate da fantástica fábrica do Sr. Wonka, um homem estranho e excêntrico, que junto aos seus estranhos funcionários, nunca saem da fábrica. E por anos este paraíso fica fechado apenas para os funcionários e restrito à visitantes. Porém, agora, há uma novidade que deixa todos alvoroçados, principalmente Charlie  e os seus...
Naquele instante, o Sr. Bucket entrou no quarto. Estava chegando da fábrica de pasta de dentes, sacudindo o jornal alegremente.  Souberam da última?  ele gritou. Levantou o jornal para todos lerem a manchete:
FINALMENTE A FÁBRICA WONKA
SERÁ ABERTA APARA ALGUNS FELIZARDOS 
(Livro: A Fantástica Fábrica de Chocolate, Pág.21)

Eis a grande oportunidade de Charlie conhecer a tão sonhada fábrica de chocolate, além de ganhar pelo resto da vida um caminhão lotado com muitas delícias. Porém, para isso, ele tem que encontrar um dos cinco cupons dourados que estão espalhados pelo mundo... Uma árdua tarefa, além de aparentemente impossível, já que sua família tem uma condição  financeira restrita, sem contar que o seu pai acabara de perder o emprego. Contudo, a esperança é a última que morre! Charlie ganha o seu tão esperado chocolate de aniversário, que não vem premiado. No entanto, dias depois, ele encontra uma moeda no chão... Moeda essa que permite que ele adquira mais duas barras de chocolate,  sendo que uma delas contém o tão almejado Cupom Dourado.
Charlie pegou e rasgou logo a embalagem... quando, de repente, de dentro do papelzinho, apareceu uma luz brilhante dourada.
 É um Cupom Dourado!  gritou o vendedor, dando pulos no ar.  Você achou o último Cupom Dourado! Inacreditável! Venham todos, venham ver! O garoto achou o último cupom Dourado do Sr. Wonka! Aqui está! Na mão dele! (Livro: A Fantástica Fábrica de Chocolate, Pág.50)

Desta forma, Charlie e seu avô partem para essa surreal aventura, pois cada participante tem direito de levar dois acompanhantes. No entanto, a família decide que apenas o vovô José o acompanhará.
 Charlie!  exclamou o Sr. Wonka!  Muito bem, muito bem, ótimo! Então, aqui está você! Você é o garoto que achou o cupom ontem, não é? Isso mesmo, isso mesmo! Li tudo nos jornais hoje de manhã! Em cima da hora, meu garoto! Estou muito feliz! Muito contente por você! E este? Seu avô? Encantado em conhecê-lo, senhor! Felicíssimo! Extasiado! Maravilhado! Tudo certo! Excelente! Todos aqui? Cinco crianças? Sim! Muito bem! Agora, por favor, venham comigo! Nossa visita começa agora! Mantenham-se juntos! Por favor não se dispersem! Não gostaria de perder ninguém nesta altura dos acontecimentos! Ah, não, não mesmo! (Livro: A Fantástica Fábrica de Chocolate, Pág.65)
E dentre os cinco participantes, Charlie é o mais humilde e sonhador. E, por fim, parece ser o mais feliz com toda mágica que se faz presente, ou seja, os Umpas Lumpas, que são os anões que trabalham na fábrica, o rio de chocolate, a grama de açúcar mentolado, os caramelos de cabelo e mil outras delícias... Agora cesso os meus comentários para não soltar spoilers.

Adentrar em páginas numa história que você sempre teve como sonho de infância, é algo inimaginável. Uma leitura leve e divertida, além de ter feito com que eu me sentisse parte daquilo tudo. Aliás, já era de se esperar, pois quando eu assitia o filme, me sentia assim, fazendo parte daquilo tudo... Uma louca e deliciosa aventura, onde somente um bom coração poderá ser o vencedor do prêmio maior, um prêmio que ninguém faz ideia da sua existência... Trata-se de algo grandioso, que só uma criança como Charlie será capaz de ganhar. 

Eu senti a angústia inicial e também as alegrias de Charlie e sua família, assim como torci o tempo todo por ele, mesmo já sabendo o final. hahaha >>> Aliás, quem se enveredar nessa história, tem que estar ciente que é um enredo infanto-juvenil, por isso não espere grandes reviravoltas e descobertas, mas sim uma história mágica. Eu concluí a leitura rápido, pois além de envolvente, é uma breve leitura. Se eu gostei? NÃO, EU  NÃO GOSTEI! EU AMEI! s2 E sempre que possível o lerei. \o

O enredo é narrado em terceira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; sua diagramação é bem legal, com imagens da história, ilustrações feitas por Cláudia Scatamacchia, deixando o conteúdo ainda mais perfeito e atrativo, com fontes em bom tamanho e espaçamentos bons, envolto em papel offset (o branquinho); sua capa estampa uma das ilustrações que está dentro do miolo. Por fim, para você que curte viajar num mundo mágico, eis essa excelente pedida.


Livro: A Fantástica Fábrica de Chocolate
Autor: Roald Dahl
Gênero: Infanto-juvenil
Editora: Martins Fontes
Ano: 2008
Páginas: 160

6 comentários

  1. gostei muito da resenha. como sempre, você consegue me prender as suas resenhas bem elaboradas e organizadas. parabéns pelo blog Simone. ;) Att, Walli♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bem-vindo, Wall!
      Fico feliz que você curtiu a resenha e o blog \o/\o/\o/ Quando puder, leia o livro.

      Abraçossssss

      (...) e volte sempre! S2

      Excluir
  2. Muito bacana!!!! Também assistir umas 300 vezes!!!! É um clássico e o livro é sensacional... e sua resenha maravilhosa!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, Aldo! Eu não me canso de assisti-lo. hahaha
      Fico feliz que você curtiu a resenha. \o/\o/\o/

      Beijossssss

      Excluir