9 de set de 2014

Texto: Considerações sobre o amor! (por Simone Pesci)

Falando nele: o inevitável AMOR!

"Porque eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. Não sabia que, somando as incompreensões é que se ama verdadeiramente. Porque eu, só por ter tido carinho, pensei que amar é fácil." (por: Clarice Lispector)

Refletindo! Refletindo! Refletindo! 

Awww refletir, como nos damos bem - esse eu e você - esse você e eu... Sinto que ainda teremos um longo caso de amor! rs

Pois então, ainda na adolescência... ou seria "aborrescência"? - eu muito calculava essa matemática - vamos dizer assim - um tanto quanto errônea e incalculável. No início, achava que somar - somente as coisas boas - era o cálculo certo a se fazer. No entanto, depois de um tempo, percebi que, na verdade, somar as incompreensões, ou seja, as 'coisas ruins', faria com que o cálculo certo, de certa forma, desse certo. Será que estou sabendo expor este meu cálculo - diga-se de passagem - um tanto quanto doido...

Pois bem, deixe-me explicar:
Nos meus dois únicos relacionamentos sérios... Digo 'sérios' daqueles que, apresentamos o "nosso bem maior" a família, e que, por intermédio disso, o mesmo passa a frequentar corriqueiramente sua casa, participando dos almoços no domingo, dentre tantas outras coisas... Aprendi:

1 - Amar é assistir agarradinho programas de Tv dos quais você detesta, e mesmo assim, é um momento especial, pois você está ao lado dele... "seu bem maior - seu amor". (apenas somando)
2 - Desentendimentos, monotonia, frases soltas levadas ao léu... (apenas subtraindo)
3 - Estar bem, estar mal, ao lado de quem se ama... É a natureza das coisas e da vida! (somando e subtraindo)

Por fim, eis a conclusão do cálculo:

Aprendi nesses meus 35 anos de uma vida comum que, eu amei e fui amada... Eu sofri e fiz sofrer! Se aprendi? Decerto, SIM!!! Palavras foram jogadas ao léu, mágoas ficaram, lembranças maravilhosas também - e esperança de um dia poder sentir tudo que já senti ainda predomina dentro do peito. ;) 

Se somei ou subtrai?
Posso dizer que ainda uso muito deste cálculo errôneo.

Se pretendo somar mais do que subtrair?
Acho que de certa forma aprecio os dois, pois se não fosse por eles, de fato não teria aprendido tanto nesses meus 35 anos. Porque eu sempre fiz dele um cálculo matemático errado, pensava que somando as compreensões estava amando corretamente. Eis que descobri que, foi somando minha incompreensão é que de fato estava amando verdadeiramente. Tanto que, até me esqueci de subtrair minha compreensão!!! rs - Porque eu, só por ter tido carinho, pensei que amar é fácil.

Ps.: Sábia Lispector. ;)

Nenhum comentário

Postar um comentário