2 de jun de 2017

[Falando em]: Anne With An E — Série da Netflix

Se eu disser que já conhecia essa obra/autora, estarei mentindo. A propósito, conheci essa MARAVILHA diante o reboliço nas plataformas virtuais, pois a Netflix adaptou esse drama/romance intitulado "Anne of Green Gables", obra da escritora canadense L. M. Montgomery. A primeira temporada foi lançada no dia 12 de Maio de 2017. Aliás, pelo pouco que pesquisei, trata-se de um clássico, ou seja, de uma série literária que foi publicada em 1908 e já teve outras adaptações. Eu SIMPLESMENTE AMEI o conteúdo, e, claro, não poderia deixar de falar sobre ele. Se você (assim como eu), curte um enredo tocante e que leva consigo valiosas lições, vem junto contemplar essa resenha. Segue abaixo a sinopse, trailer legendado e o meu parecer de "Anne With An E". ♥♥♥


Sinopse: Anne retrata o amadurecimento de uma garota que enfrenta adversidades e desafios para encontrar seu lugar no mundo e ser amada. Ambientada na ilha de Príncipe Eduardo no final do século XIX, a série acompanha a vida de Anne Shirley (Amybeth McNulty), uma jovem órfã que, após uma infância de abusos entre orfanatos e casas de estranhos, é enviada por engano para viver com um casal de irmãos em idade avançada. Com o passar do tempo, a pequena garota de 13 anos transforma a vida de Marilla (Geraldine James), Matthew Cuthbert (R.H. Thomson) e de toda a cidade com seu jeito extrovertido, sua inteligência e imaginação brilhante. As aventuras de Anne abordam temas atemporais e de atual relevância como identidade, feminismo, bullying e preconceito.




"Porque sonhar é acordar-se por dentro"








Uma série recheada de coração!!! ♥♥♥

A história se inicia com Anne Shirley, uma órfã de treze anos que sofreu abusos, tanto no orfanato quanto nas casas em que viveu. Por engano ela foi enviada para Green Gables e entregue para o casal de irmãos com idade avançada, Marilla e Matthew Cuthberth. E, ao se deparar com a garota, Marilla (a irmã mais velha), deixa claro que a devolverá para o orfanato no dia seguinte, o que a deixa apavorada. No entanto, com seu coração puro e inteligência descomedida, aos poucos consegue ganhar o coração de Marilla, pois o de Matthew já conquistara. Ele surpreendeu-se com seu conhecimento, sua fértil imaginação e também por ser uma menina  digamos assim  muito faladeira. 

Marilla dá uma chance para que Anne fique, e não se dá conta de que já está encantada por ela. Afeiçoados pela menina, decidem adotá-la de vez. Se antes a intenção era adotar um menino para que lhes ajudassem na fazenda, agora eles ficam de frente com uma garota sonhadora e de bom coração, que a cada obstáculo lhes ensina uma lição. Feliz por ter uma família, algo que tanto sonhava, Anne ainda passará por muitas coisas, dentre elas: bullying, igualdade de gêneros, preconceito e tantos outros temas que, na época, eram tabus. Ainda assim, ela anseia em encontrar sua identidade no mundo, envolta em conhecimento literário e inteligência, e, claro, fazendo de cada percalço um conto de fadas. Agora cesso os meus comentários para não soltar spoilers.





MEU DEUS!!!

EU NUNCA assisti uma série que me ensinasse tanto. Com um roteiro maravilhoso, atuações impecáveis, figurinos de encher os olhos e uma fotografia de perder o fôlego, Anne With An E ganhou o meu coração desde a abertura, pois é uma obra de arte. Os 7 capítulos da primeira temporada foi suficiente para me entreter e fazer-me apaixonada, onde são abordados de forma intensa e com verosimilhança temas atuais: é fácil comparar a protagonista órfã com tantos outros órfãos, seja no passado ou no presente. Já assisti muitas séries, mas nenhuma me levou onde essa conseguiu levar: uma triste história dissertada com delicadeza e que me fez debulhar em lágrimas por diversas vezes... Não pela tristeza, mas SIM pelos ensinamentos que nela são retratados. 

Os personagens secundários são tão importantes quanto a protagonista, pois é através deles que reconheci tantos erros que cometo, e que se forem vistos de outra forma, ou seja, com esperança e coração, há de se ter uma solução. A cada episódio eu perdia e ganhava uma parte de mim, e apesar de não ser órfã, senti todas as dores da Anne. O último episódio deixou uma brecha que... Nossa!!! Netflix, por favor, manda ver logo nessa segunda temporada. Seu eu gostei?! NÃO, EU NÃO GOSTEI... EU MEGA, ULTRA, MAX, HIPER AMEI!!! ♥♥♥ E agora estou numa baita ressaca, ansiando pela segunda temporada e até mesmo em ler os livros. Por fim, para amantes de um drama MARAVILHOSO, eis essa SENSACIONAL pedida. ♥♥♥


Título Original: Anne With An E  Temporada 1
Gênero: Drama
Diretora: Niki Caro
Roteiro: Moira Walley-Beckett
Elenco: Amybeth McNulty, Lucas Jade Zumann, 
R. H. Thomson, Geraldine James, Dalila Bela e outros. 
Produção: Netflix
Lançamento: 12/ 05/2017

4 comentários

  1. Ahhhhhhhhhhh! Como eu ameeeei! Nossa, impressionante como me tocou nos mais profundos sentimentos. 💙 Louca pela segunda temporada. Amei a resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Digo o mesmo, Iná! S2
      Agora só nos resta aguardar a segunda temporada. Fico feliz que curtiu a resenha. \o/\o/\o/

      Beijossssss

      Excluir
  2. Estou no segundo capítulo ainda é já chorei e aprendi e me entreti... E me apaixonei por Anne e sua família. Estou com medo de que acabe logo, e ao mesmo tempo querendo ver tudo de uma vez. Concordo com tudo que disse Si. Nem terminei e já recomendo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agathita, PREPARE-SE!
      Você terá fortes emoções pela frente. É uma pena que a primeira temporada tenha apenas 7 episódios. Depois me conta o que achou... S2

      Beijosssssss

      Excluir