17 de jun de 2017

[Falando em]: O Que Me Disseram as Flores — de Alane Brito

Eu recebi essa lindeza como parceria da escritora Alane Brito (P.S: Obrigada, Alane!). 💘💘💘 A propósito, o meu primeiro contato com um de seus textos foi com o livro "O Trio(para conferir a resenha, clique AQUI). Agora apresento-lhes a sinopse, book trailer e o meu parecer de "O Que Me Disseram as Flores", um enredo MAGNÍFICO, uma publicação da editora Arwen.


Sinopse: Presa a uma promessa feita por seu pai, Ângela decide desafiá-lo a aceitar que não é vontade dela se casar com alguém que conhecia apenas através de cartas. Deixando-se levar por uma mentira, William viaja até a prometida, acreditando encontrar uma moça tão apaixonada quanto ele. Entretanto, depara-se com a força da raiva de alguém com quem sonhava passar o resto de sua vida. Por conta do grande amor que aprendeu a nutrir por ela, decide, então, lutar para conquistá-la. Usando a linguagem das flores para se declarar e, cada dia, se revestindo de uma força descomunal para suportar as palavras afiadas e suas duras atitudes, ele tenta encontrar uma maneira de fazer com que o ódio, que ela tanto demonstra sentir, se transforme em algo bom, mas para isso ele mesmo precisa continuar acreditando que é possível... Um grande amor é realmente capaz de suportar tudo? Conheça a emocionante história de duas pessoas numa mesma batalha, mas que lutam por desfechos diferentes. E que vença o mais obstinado.






"Porque há de se permitir amar..."






(clique em cima da imagem para maior resolução)


Um enredo maravilhoso! 💘💘💘

Belo Parque, Santa Catarina, 1909. 
Santiago Marques é filho único e herdeiro de uma família respeitada por toda aristocracia do Brasil. Seu pai é um dos fazendeiros mais promissores da região, eles moram num casarão distante da cidade de Belo Parque. Ele tem um único amigo, chamado Afonso Dantas, que é da mesma classe social e que também possuí uma fazenda. No entanto, este já sonhava com o Bacharelado na cidade grande, especificamente em São Paulo. E, numa manhã de domingo, no final da missa, Santiago depara-se com Elisa, uma nova garota que mudou-se para Belo Parque e por quem se apaixona de cara. Um ano depois eles se casam, e Afonso segue com seu sonho. Porém, antes de partir para a cidade grande, os amigos perpetuam uma promessa... 
 Promessa? Espere um minutinho, deixe-me tentar lembrar... ah, sim... claro! Não sou de voltar atrás. Está tudo confirmado, com toda certeza. Meu filho se casará com sua filha ou minha filha com o seu. Daqui mais algum tempo quem junta os trapos com uma mulher serei eu. Aí procriaremos e você e eu seremos mais que amigos!  Disse passando a mão na cabeça. (Livro: O Que Me Disseram as Flores, Pág.20)
(clique em cima das imagens para maior resolução) 
 

Rio de Janeiro. Época Atual.
Acostumada com a agitação do Rio de Janeiro, Raquel bate de frente com os pais  Susana e Henrique  para que não mudem para a fazenda que herdaram em Minas Gerais. Contudo, mesmo a contragosto, ela, os pais e os dois irmãos mais novos  Sérgio e Lucas  mudam para Minas. Ao chegar na fazenda, Raquel se encanta com a beleza que, por tantas vezes, não apreciara. Percorrendo o casarão, avista duas portas destrancadas, o que faz com que entre no local. O seu fascínio por coisas antigas desperta, fazendo com que vasculhe tudo que está naquele desconhecido quarto. Ela acaba encontrando um velho diário e, por fim, inicia a leitura do mesmo.
Ângela Marques?, Raquel pensou. Se era minha parente, como eu nunca ouvi falar? Logo supôs que deveria ter sido pelo mesmo motivo de não saber antes da existência do quarto: falta de interesse com tudo que se referia à fazenda. Passou à página seguinte e então começou a ler sem cortes. (Livro: O Que Me Disseram as Flores, Pág.31)
Belo Parque, 27 de Março de 1933. 
Ângela é filha única de Santiago e Elisa Marques. Ela vive com os pais na fazenda da família, e tem dois amigos que moram na fazenda vizinha  Felipe e Lílian  sendo que, com Felipe, permite-se aventurar-se num romance. O que Ângela não contava é que seu futuro noivo — William Dantas — chegara na fazenda para cumprir uma promessa de anos atrás, onde os pais concordaram em uni-los matrimonialmente, o que ela não aceita, desdenhando-o e cometendo atrocidades contra o noivo. 
O que eu senti foi algo tão estranho. Não notava as imperfeições do solo machucando as minhas costas, nem a dor de suas mãos apertando os meus pulsos. Nada. Quando caí em mim e os desconfortos vieram à tona, o rosto de William estava a centímetros do meu, até podia sentir o seu hálito. Então, vi a estupidez que eu estava prestes a fazer..." (Livro: O Que Me Disseram as Flores, Pág.188)
Apesar de confrontar o noivo, ela fica enciumada quando William e sua amiga tornam-se amigos. O mesmo acontece com Felipe, que mesmo amando Ângela, sabe a importância da promessa feita e se afasta, tornando-se apenas amigo. Sendo assim, maquiavelicamente, Ângela começa a provocar a todos com um novo visitante que mudara pra cidade, chamado Leonardo. Agora cesso os meus comentários para não soltar mais spoilers.

Alguns segundos de pausa: falta-me fôlego para falar desse enredo, algo que eu já esperava. Estou apaixonada, triste, estilhaçada e com uma baita ressaca literária  e isso é um excelente sinal, pois essa história me fez sentir um turbilhão de emoções. Para alguns pode não funcionar, mas para leitores como eu, apaixonados por um MARAVILHOSO drama, só tenho a indicar.

Pela sinopse e o que contei acima, dá pra se ter ideia do que vem pela frente. Assim como Ângela, senti-me revoltada. Afinal, como uma boa aquariana (acredito que Ângela também seja), EU JAMAIS PERMITIRIA QUE ESCOLHESSEM ALGO POR MIM, MUITO MENOS UM MARIDO, mesmo que isso fosse parte de um acordo carregado de boas intenções e sentimentos. Talvez por isso, veja bem, apenas por isso, eu concorde em partes com suas atitudes. De tantos vilões que já li, Ângela tornou-se a mais maquiavélica, pois apenas para provar que ninguém obriga-a a nada, mostra-se sórdida, ferindo o coração do seu pretende de forma terrível, humilhando-o, sendo imatura, orgulhosa, e, principalmente, egocêntrica. E mesmo quando constata que o improvável tornou-se provável, ou seja, que ela está apaixonada por William, continua mostrando o pior de si... por puro orgulho.

Eu poderia enxergar William como 'fraco', mas o que vi nele foi totalmente o contrário: um apaixonado incurável que deseja realizar o sonho do pai e também o seu, que fora nutrido durante anos, criando nele um sentimento genuíno e verdadeiro  e mesmo a mercê de tanto descaso e humilhação, permite-se ter esperança e tentar. Preciso falar também dos personagens secundários, mais especificamente os irmãos — Lílian e Felipe , que são apaixonantes, assim como os pais de Ângela. 💘💘💘 Além de envolvente e fruível, o enredo apresenta uma reviravolta dilacerante no final. Quero parabenizar a autora, pois eu faria da mesma forma. Vocês querem saber se eu gostei?! Não, eu não gostei... EU MEGA, ULTRA, HIPER, MAX AMEI!!! Por fim, para vocês que curtem um lindo drama, daqueles que faz ir do céu ao inferno em questão de capítulos, eis essa ESPETACULAR pedida. 

O enredo é narrado em terceira pessoa, com narrativa e diálogos um pouco rebuscados (algo que amo), porém de fácil compreensão; a diagramação está excelente, com fontes e espaçamentos em bom tamanho, além de possuir algumas artes, algo que dá pra ver em duas fotos postadas acima, adornada em papel pólen soft (o amarelinho mais claro); e a capa é belíssima, estampando uma Ângela  digamos assim  não tão soberba. E só pra constar o meu contentamento: "Eu leio até mesmo a lista de compras da Alane!". o/



Livro: O Que Me Disseram as Flores
Autora: Alane Brito
Gênero: Drama/Romance
Editora: Arwen
Ano:2015
Páginas: 392

3 comentários

  1. Respostas
    1. Estou de ressaca até agora, Iná! S2

      Beijossssssss

      Excluir
  2. Simoneee!!! Preciso dizer que estou apaixonada por sua resenha??? Acho que não, né? Eu AMEEEEEEI demais! Assim como a que fez de O Trio, está MARAVILHOSA! Não podia esperar por menos, você arrasa demais, mulher!! Se o que me disse ontem a noite já me deixou encantada, imagina agora! *o* Obrigada, obrigada, obrigada!

    Beijossssss

    ResponderExcluir