12 de jun de 2017

[Falando em]: Encontrada — de Carina Rissi

Dias atrás eu tive a prazerosa experiência de me enveredar num texto da Carina Rissi, com o livro "Perdida - Um amor que ultrapassa as barreiras do tempo" (para conferir a resenha, clique AQUI). Hoje trago a resenha do segundo livro dessa maravilhosa série, ou seja, "Encontrada - À espera do felizes para sempre", uma publicação da editora Verusenviado pelo blog parceiro "Uma leitura a mais". Vem junto conferir! o/


Sinopse: Sofia está de volta ao século dezenove e mais que animada para começar a viver o seu final feliz ao lado de Ian Clarke. No entanto, em meio à loucura dos preparativos para o casamento, ela percebe que se tornar a sra. Clarke não vai ser tão simples quanto imaginava. As confusões encontram a garota antes mesmo de ela chegar ao altar e uma tia intrometida que quer atrapalhar o relacionamento é apenas uma delas. Além disso, coisas estranhas estão acontecendo na vila. Ian parece estar enfrentando alguns problemas que prefere não dividir com a noiva. Decidida, Sofia fará o que estiver ao seu alcance para ajudar o homem que ama. Ela não está disposta a permitir que nada nem ninguém atrapalhe seu futuro. Porém suas ações podem pôr tudo a perder, e Sofia descobre que a única pessoa capaz de destruir seu felizes para sempre é ela própria. Em Encontrada: À espera do felizes para sempre, Carina Rissi traz de volta o mundo apaixonante de Ian e Sofia, nos permitindo mergulhar mais uma vez nesta maluca e envolvente história de amor. 


"Porque há de se encontrar o felizes para sempre..." 

(clique em cima da imagem para maior resolução)


Uma continuação apaixonante! 

Depois de muito sofrer, Sofia está de volta ao século dezenove. E apesar da escolha feita com o coração, ela sente falta da amiga  Nina  e de tudo que conhecera no século vinte e um. Agora ela se encontra numa terrível TPC (Tensão Pré-Casamento), imaginando como será a celebração, e, claro, o presente/futuro num século que ainda é uma incógnita. 
Escolher Ian foi simples, natural como respirar. Não dava para viver com o coração batendo fora do peito e morando em outro século. Não havia ninguém que me conhecesse tão bem quanto ele. Nem mesmo Nina, minha melhor amiga, que tive de deixar para trás. Por isso era tão ridículo ficar tão aflita por conta de uma simples cerimônia. (Livro: Encontrada, Pág.10)
E dentre certezas e medos, há um novo contratempo chamado Cassandra (a tia de Ian e Elisa), uma mulher arrogante e prepotente, que chega ao lado do único filho, Thomas. E, antes mesmo da celebração, a tia megera começa a fazer da vida do casal um inferno, ao contrário do filho, que além de ser primo e amigo de infância, estima Sofia e apoia o matrimônio.
 Oh, Thomas, querido, chegamos tarde demais. Tarde demais!  lamentou-se, se deixando arrastar pelo filho.  Uma noiva sem dote, sem berço! Uma plebeia para manchar o nome da família! (Livro: Encontrada, Pág.131)
Apesar dos subterfúgios, o casamento acontece. E mesmo sendo vista com outros olhos por quase todos, Sofia tem a atenção e amor de Ian, ingredientes fundamentais para que prossiga com os dias. Se adaptar ao século dezenove, ter que desvincilhar-se de uma tia megera, e ficar apreensiva com uma preocupação indecifrável por parte do marido, são alguns dos empecilhos que Sofia terá de enfrentar.
Quando escolhi ficar com Ian, eu sabia que não seria fácil, mas não imaginei que esses duzentos anos que nos separavam seriam tão cruciais. Duas pessoas muito diferentes, com pensamentos e costumes distintos. Para o nosso relacionamento funcionar, um de nós teria que ceder. Não sabia o que se passava na cabeça dele naquele momento, mas na minha estava tudo completamente resolvido. Eu esperaria por ele o tempo que fosse, mesmo que para isso tivesse de me reinventar. (Livro: Encontrada, Páginas 359 e 360)
Agora cesso os meus comentários para não soltar mais spoilers

Assim como em Perdida, a autora presenteou os leitores com uma continuação APAIXONANTE e DIVERTIDÍSSIMA. O que antes parecia impossível, tornou-se possível, trazendo muitos acontecimentos e reviravoltas. Sofia continua uma mulher doidinha e apaixonante, e Ian... Ahhh Ian... Ele continua sendo o meu Sr. Darcy Made In Brasil... Não há como não se apaixonar por esse casal. 💘💘💘 

Em Encontrada temos uma protagonista ainda mais ousada e determinada. Assim como no primeiro livro, eu caí na gargalhada. A leitura é tão envolvente e prazerosa, que as 476 páginas tornaram-se mágicas, e quando me dei conta, já havia concluído a leitura. Ian Clarke realmente é um sonho: "Eu suspiro por ele para todo o sempre!". Muitas coisas acontecem nesse segundo livro, algumas delas... (OP'S, VOCÊS PRECISAM LER!). O final é tão encantador e divertido quanto o seu antecessor, eu só sei que ESTOU NUMA BAITA RESSACA LITERÁRIA e não vejo a hora de conferir os dois próximos livros que fecham a série: DESTINADO (livro 3), narrado aos olhos de Ian; e PROMETIDA (livro 4), que conta a história de Elisa. Se eu gostei?! NÃO, EU NÃO GOSTEI! EU MEGA, ULTRA, HIPER, MAX AMEI! E agora, mais do que nunca, estou sonhando com essa série nas telonas, algo que já está confirmado para o primeiro livro. \o/\o/\o/

O enredo é narrado em primeira pessoa, com narrativa e diálogos de fácil compreensão; a diagramação é simples, com espaçamentos e fontes em bom tamanho, adornada em papel pólen (o amarelinho); e a capa é parecida com a do primeiro livro, estampando uma Sofia  digamos assim  Encontrada. 



Livro: Encontrada (5a.edição) 
Um amor que ultrapassa as barreiras do tempo (Livro 2) 
Autora: Carina Rissi 
Gênero: Romance 
Editora: Verus 
Ano: 2015 
Páginas: 476

Nenhum comentário

Postar um comentário